quarta-feira, 8 de abril de 2009

ELEIÇÕES CGADB 2009

Caros leitores, bem que tentei fugir para não dar meu palpite sobre as eleições na CGADB - Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil. Fui vencido, estou aqui falando sobre o tema.
Bom, minha posição todos sabem que tenho, até porque não é bem o meu feitio ficar em cima do muro. Minha relutância em opinar publicamente sobre o assunto, se dá, por entender que as eleições na CGADB é assunto para pastor das Assembléias de Deus e não para o público em geral. Mas os rumos que deram ao assunto, talvez pela relevância da denominação, ou por desespero eleitoral, ou por absoluta falta de bom senso de alguns, me faz dizer o que penso, talvez sem muita importância, na tentativa quem sabe, de provocar a lucidez em alguns candidatos.
Vejam. A campanha eleitoral deixa a gente meio confuso. Não parece que é apenas para se escolher um presidente para uma das denominações existentes no Brasil. Parece que tem candidato pensando em ser presidente de banco ou sei lá de multinacional, tamanha é a gastança dos milhões. Deixa a gente curioso em saber de onde vem tanto dinheiro.
Tem candidato que tem muita coragem, imagina, da forma que estão gastando; programa de TV em rede nacional, conferência "evangeleitoral" com custo de R$ 600.000,00 (seiscentos mil reais), viagem pelo Brasil a fora, cortesia de milhares de inscrições de propenso eleitores, e muito mais que os próprios dão publicidade, faz dessa eleição um bom tema para o Ministério Público. Já sei, vão dizer que não tem nada a ver com o poder público, é assunto religioso e o Brsil é laico.
Só pra refrescar a memória desses candidatos, o uso do dinheiro do povo é sempre matéria de interesse público. As Assembléias de Deus tem personalidade jurídica, portanto não se submetem apenas às leis de Deus mas do Código Civil também.
Será que esses candidatos que destilam seus venenos pela mídia aguentariam o contraditório? Veremos lá.

12 comentários:

Sarah Virgínia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pr. Carlos Roberto disse...

Prezado Pr. Ronaldo Fonseca!
Concordo plenamente com sua reflexão.
Somente aqueles que assim agem podem responder às questões propostas.
Que Deus tenha misericórdia de todos nós.
Em tempo:
Parabéns pelo seu aniversário.
Um abraço!
Pr. Carlos Roberto

Alessandro disse...

Olá!

Estou aproveitando este espaço para divulgar meu blog "Salvos Pelo Amor!"

Não deixem de conferir!

Abraço.

http://salvospeloamor.blogspot.com/

RICARDO SANTOS disse...

Ronaldo,sou membro dessa igreja,e acho que tenho pelo menos um pouco de direito de falar desse tema também.Permita-me.
Se tais candidatos a presidência da CGADB fossem também candidatos a presidirem nossas empresas e multinacionais,bom seriam,eliminados de primeira,até porque nem as igrejas que esses pastoreiam apresentam resultados satisfatórios com crescimento do Reino de Deus, novas conversões, novas frentes missionárias e por aí vai.Seriam eliminados porque não apresentam produtividade cuidando das coisas de Deus, ainda mais,das coisas do capitalismo.
E outra,como um único pastor pode ficar mais de 20 anos no mesmo cargo ?Isso só acontece em lugares onde não existe democracia em hipótese alguma(a Venezuela?).Eu entendo que essa denominação tem muito a ganhar com um novo presidente que apresente novas frentes de trabalho do Reino de Deus,e tenha novas idéais.Essa igreja só tem perdido espaço para novas denominações por causa da mentalidade da atual mesa diretora(essa mesa tenta a releeição?).Então,assim como nosso país clamou em 2002 por novos governantes,os membros dessa igreja também estão pedindo novos representantes.(Se nós pudéssemos votar nessa convenção!).O pastor presidente já é avançado em idade e já é milionário,pra que mais poder aqui na Terra.

Daladier Lima disse...

Prezado Pr Ronaldo Fonseca, é tão ruim saber que o que o senhor disse é verdade? A eleição começou errada quando só havia dois candidatos.

VAGNER DE CASSIO FERREIRA disse...

PARABÉNS PASTOR RONALDO PELA LÚCIDA ABORDAGEM DESTE ASSUNTO. DEUS CONTINUE TE ABENÇOANDO ABUNDANTEMENTE.

andre felipe disse...

Concordo plenamente com o Pastor Ronaldo,e tambem vale a pena diser que esta eleicao quem venceu foi o povo de Deus

Celio disse...

Isto é que chamo de campanha suja. Ouvi dois discursos do Pr Samuel, e em nenhum deles baixou o nível nem atacou a pessoa do Pr Wellington com o Pr Fonseca fez agora. Isso é ridículo para o povo de Deus.

Celio disse...

É fácil fazer uma campanha suja como esta, ganhar a eleição e depois por a culpa em Deus por ter que aturar esses coronéis no poder, que nada fazem pela obra de Deus, se não buscar glória para si mesmos, tais como "preciso ser o presidente do centenário".
Essa é tão somente a proposta do Wellinton para a AD no Brasil.

Claudete Dias disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Claudete disse...

Muito sábio vosso comentário Ronaldo Fonseca.
Mas creio que independente do líder humano, a igreja que somos nós é que é vitóriosa, pois o nosso líder é e sempre será Jesus Cristo, o maior líder que a humanidade já teve, e isso ninguém vai tirar de nós. O homem pode tentar, mas temos um DEUS VIVO no controle de todas as coisas. Isaias 43:13. É o Espirito Santo que nos faz vencer tudo isso. Na verdade ansiamos logo pelo céu: Lá é perfeito.

roney ponciano salome disse...

bom eu acredito que o juizo de Deus Pai esta proximo,que a missericordia de deus possa alcancar todos nos,parabens pela sua corajem,JESUS esta voltando